Como Investir no Tesouro Direto

Mônica Almeida • setembro 24, 2015 • 1 Comentário

 

Você sabe como investir no Tesouro Direto?

Com o aumento da taxa básica  de juros SELIC para 14,25% a.a. alguns títulos públicos ficam mais vantajoso, como o Tesouro SELIC. Veja a reportagem do Jornal da Globo alertando para os cuidados necessários neste momento de piora da economia aqui.

Para investir no Tesouro Direto você deve seguir o passo-a-passo a seguir:

 

  • Primeiramente, você precisa ter CPF e conta corrente em uma instituição financeira.

 

  •  A partir daí, você deverá escolher uma instituição financeira, que pode ser um banco ou uma corretora, também chamada de agente de custódia, para intermediar suas transações com o Tesouro Direto.  Você poderá encontrar a lista de todas as instituições habilitadas a operar com títulos públicos federais e as taxas de administração cobradas por elas aqui.

 

  • Entre em contato com a instituição financeira escolhida e solicite seu cadastramento. Você deverá fornecer a documentação necessária para que essa instituição abra uma conta em seu nome para operar com o Tesouro Direto.

 

  • A partir disso, você receberá uma senha provisória da BM&FBovespa para o primeiro acesso à área restrita do Tesouro Direto, em que são realizadas as operações de compra e venda, assim como consultas a saldos e extratos.

 

  • Troque a senha provisória por uma nova que deverá conter entre 8 e 16 dígitos, composta por letras, números e caracteres especiais. Pronto! Você já será investidor habilitado e poderá começar a investir.

 

  • Agora, você precisa descobrir qual título é mais adequado para alcançar o seu objetivo financeiro. Para ajudá-lo nessa escolha, utilize a ferramenta Orientador Financeiro  oferecida no site do Tesouro. Definido o título adequado, basta efetuar a sua compra.

 

 

CANAIS PARA APLICAÇÃO:

Você pode investir acessando de 3 formas:

  • Através do site do Tesouro Direto:com a sua senha, você acessa a área restrita do site e realiza a compra, a venda, a programação de investimentos, a consulta de extrato, dentre outras transações;
  • Através do site da sua Instituição Financeira:algumas instituições habilitadas integraram seus sites ao do Tesouro Direto, tornando-se um agente integrado. Isso significa que você pode comprar e vender títulos públicos no site da própria instituição financeira, a qualquer momento, com os mesmos preços e taxas do site do Tesouro Direto.
  • Por meio de sua Instituição Financeira:você autoriza sua instituição financeira a negociar títulos públicos em seu nome. Procure saber se a instituição que você escolheu oferece essa funcionalidade.

Você gostou desse post?  Foi útil para você? Vou gostar muito de saber o que você espera encontrar aqui.

Muita Luz e Prosperidade no seu caminho!

 

 

Compartilhar
CATEGORIA Investimentos
Você pode gostar de:

1 Comentário

  • ROSANGELA PEREIRA MORAIS • 2 meses ago

    gostaria de saber mais sobre como inverti no tesouro direto.